quinta-feira, 27 de setembro de 2012

despedida*


Já algum tempo eu tinha pensado em trocar a hospedagem do blog, mas eu tinha um pouco de preguiça, até porque não entendo quase nada dessas tecnologias e tal. Mas finalmente criei coragem e iniciei um “projeto” pessoal: trocar de blog até meu aniversário.
Terça que vem completo 30 anos. Sei que parece bobagem um “projeto” como esse, mas pra mim foi muito importante essa troca. Para o novo blog, decidi levar todo o histórico desse aqui, afinal, este blog existe desde 2005, nada, nada são 7 anos de confidências, não dá pra jogar fora assim.
O legal é que passei pro outro blog, post por post e contando com esse, foram 921 posts. Vi que evolui muito como “escritora”, encontrei meu tom, meu estilo de falar o que penso, o que sinto. Mudei um pouco a cara do blog, o layout eu mudei 3 vezes, se não me engano.
Pude, ao reler os posts, reviver um pouco de tudo o que vivi nesses últimos 7 anos. E às vezes tinha a sensação de que algumas coisas pareciam ainda ser tão recentes e me surpreendia quando via que já tinha acontecido há muito tempo.
Passei pelas mudanças de casa, pela vinda do meu avô pra São Paulo, desilusões com a vida, época da faculdade e toda a alegria e punhetação que só esse período pode trazer à nossa vida, primeiro estágio, desilusões amorosas com ex-namorado, a perda do meu avô.
O fim de um namoro longo, o reencontro com alguém que hoje é meu marido, a busca por um trabalho bacana – até hoje não encontrei, engraçado isso porque ao reler tudo só percebi repetições de sentimentos: no começo tudo lindo e maravilhoso e depois as máscaras caindo e revelando o lado verdadeiro das pessoas.
A busca por um sentido pra vida – que também até hoje ainda é obscuro pra mim, realização profissional (ainda que não completa, mas em pequenas coisas e passos que dou), a compra do meu apê, meu carro, o casamento, meu plano b, a mudança do apê pela casa, pessoas queridas que fui conhecendo e mantendo ao meu lado por esses anos todos.
Enfim, foi muito prazeroso reviver tudo isso e saber que estou construindo uma história muito legal. É uma história que, se eu tivesse que contar pra alguém, teria orgulho. Sensação de dever cumprido até aqui. E olha, arrisco dizer que minha vida, nesses quase 30 anos, daria sim um belo livro, um ótimo filme ou até mesmo uma novela das oito.
Mas, como queria me livrar do UOL e também de leitores que entram aqui anonimamente pra criticar ou gorar minha vida perfeita, cor de rosa e blábláblá. Porque eu só quero levar pro outro blog o que e quem importa. Eu sei que estando no mundo virtual, nunca estarei completamente livre da inveja, perseguição, crítica alheia, mas acho que dá pra filtrar um pouco mais.
E depois também porque senti que precisava de um blog novo, como um novo “projeto”, coisa assim. Porque eu me realizo com essas coisas “pequenas”. Eu sou assim, coleciono cotidianidades e vou construindo a minha história, feito colcha de retalhos.
Então é isso. Semana que vem serei balzaquiana e esse é meu post de despedida. Pra quem sempre passa por aqui e deixa um recadinho legal, vou avisar meu endereço novo. Esse blog, vou manter ativo até meu aniversário, depois vou excluí-lo de vez.
Porque eu sou bem ciumenta e apegada às minhas coisas, mas quando resolvo que acabou, acabou mesmo. Embora isso aqui não vá acabar de verdade.
Foi um prazer desabafar aqui por esses anos todos e “conhecer” tanta gente que pensa como eu, ou que sabia o que me dizer e me ensinou e ver outras perspectivas, por pensar exatamente o oposto que eu. Muito obrigada a todos.


*esse foi meu último post do blog "a vida é cor de rosa".

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

o fim está próximo


Saco cheio e inferno astral.
Tudo acontecendo ao mesmo tempo e de uma maneira nada legal.
Com o pouco tempo que tem sobrado pra eu viver, vou me despedindo do blog.
Sim, esse blog está com os dias contados.
Mas não vai acabar.
Enfim, assim que sobrar um tempinho, eu conto.

terça-feira, 11 de setembro de 2012

a modernidade do delivery


Esses dias tenho andado tão cansada que decidi ceder a tal da modernidade e fazer minha compra do mês pela internet. Como o Sonda é nosso cliente aqui da agência, resolvi dar um crédito e testar o delivery.
O site é de fácil navegação e tem várias opções de marcas. Como eu já sei as marcas que uso pra cada coisa, foi super fácil escolher. Depois de feita a compra, o site salva sua lista pra que da próxima vez você não tenha que fazer tudo de novo.
Aí eu agendo o dia e a hora de entrega e eles trazem tudo embaladinho, separado por caixas, com descrição e tudo. Fruta em saquinho, produto de limpeza separado, os ovos vieram todos embaladinhos pra não quebrar, enfim, só faltou mesmo o entregador guardar no armário.
Tem uma taxa de entrega de 14 reais, se não me engano e na boa, não paga o tempo perdido andando pra lá e pra cá, nem o inferno de esperar na fila. Claro que não tem as mesmas ofertas da loja física, nem todas as novidades e tal, mas aí dá pra separar um dia a cada 3 meses pra ir ao mercado pessoalmente.
Mas olha, não há preço que pague essa comodidade. Eu simplesmente adorei e virei fã, como diz o slogan da nossa campanha. Agora vai ser sempre assim, compra só no delivery.

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

um setembro iluminado pra todos





















Eu estarei vestido e armado com as armas de São Jorge. Para que meus inimigos tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me enxerguem, nem pensamentos eles possam ter para me fazerem mal.

Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem ao meu corpo chegar, cordas e correntes se quebrem sem ao meu corpo amarrar.
Com a força do teu poder de defesa, eu me coloco na proteção do teu escudo para o bom combate contra todo mal ou influência negativa que estiver em meu caminho.

Amém.